quarta-feira, 12 de junho de 2019

Madrugada sw Terror Base da PM é atacada e viatura queimada

Uma madrugada de terror no município de Timbaúba, na Mata Norte do estado, nesta terça-feira (11). 

O prédio onde funciona o destacamento da Polícia Militar sofreu um ataque no qual uma viatura foi queimada e diversos tiros, inclusive de grosso calibre, foram disparados contra o local.

Os tiros assustaram os policiais que estavam no pelotão e também os moradores das proximidades. O crime aconteceu na Rua 15 de Novembro, no Centro da Cidade. O pelotão de Timbaúba pertence ao 2º Batalhão da Polícia Militar. Ninguém ficou ferido e os motivos do ataque ainda estão sendo investigados.

A Polícia Militar de Pernambuco informou por meio de nota que, na madrugada desta terça-feira (11), equipes do 2º BPM, com apoio do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (BEPI), realizaram a Operação Madrugada Segura na cidade de Timbaúba.

Na operação, a atuação dos policiais militares taria impedido uma ação criminosa contra agências bancárias na região. Por isso, com a investida aos bancos frustrada, os bandidos atacaram a companhia com diversos disparos de amas de fogo contra a sede da 3ªCPM do 2º BPM.

Os suspeitos, ainda de acordo com a PM, teriam ateado fogo num veículo, que consta como roubado, e fugiram. Este teria sido um dos três veículos que o grupo usou na investida.

No local foram apreendidas várias cápsulas dos calibres 380, .40, 12 e 556. Os policiais continuam em rondas para encontrar os responsáveis. As investigações acerca do caso estão a cargo da Polícia Civil.

Na segunda-feira (10), o OP9 publicou matéria sobre a denúncia feita pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE) de que um policial militar estaria extorquindo motorista e motociclista de Timbaúba durante a realização de blitze nas ruas da cidade.

Segundo os relatos colhidos pela OAB de Timbaúba, as extorsões tiveram inicio há cerca de seis meses. As vítimas denunciaram que o PM costuma cobrar cerca de R$ 50 para liberar os veículos irregulares no momento da abordagem. O caso teve muita repercussão no município na última segunda-feira.


OP9


Nenhum comentário:

Postar um comentário