sábado, 22 de junho de 2019

Policial é autuada por fornecer armamentos para bandidos. Na residência da policial, foram encontradas uma motocicleta roubada, um carro sem placa e cinco aparelhos celulares furtados
A policial trabalhava Companhia Independente de Policiamento do Meio Ambiente (Cipoma). Foto: Reprodução/Facebook

Uma policial militar feminina foi presa na manhã desta sexta-feira (21), por envolvimento em atividades criminosas, no bairro de Nossa Senhora do Ó, em Paulista. Patrícia do Nascimento de Queiroz, 28 anos, foi autuada em flagrante por receptação dolosa – fornecimento de armamentos para bandidos realizarem assaltos – e participação nos crimes.

O Serviço Reservado de Inteligência do 17º BPM PE, recebeu uma denúncia, vinda da ex-companheira de Patrícia, de que ela estaria envolvida em possíveis atividades criminosas e que em sua residência haviam veículos e objetos de roubo. Durante as investigações na casa da policial, a equipe de busca foi atendida pela atual companheira de Patrícia, Isabela Caroline, e informada que a suspeita não se encontrava na residência, pois teria saído para realizar transportes de passageiros. No local, foi encontrada uma motocicleta Suzuki, cujo o roubo foi registrado através do sistema Infopol. Além da moto, também foi apreendido um carro Peugeot, cor prata, sem placa e sem documento.

Na residência ainda foram encontrados cinco aparelhos celulares, também com queixa de roubos, Pen drives e cartões de memórias. Isabela Caroline, ao ser questionada sobre a origem dos objetos, informou que não sabia da procedência dos celulares e que a motocicleta seria de homem que morava próximo do local, Diego Xavier. A equipe de investigação seguiu para a residência do homem mencionado. O mesmo disse que havia realizado uma troca de bens com a policial: a motocicleta por um aparelho celular. Na casa de Diego estava também seu irmão, recém-saído do sistema penitenciário, que também realizava roubos e fornecia armamentos.
Aparelhos celulares e outros objetos foram apreendidos na residência da suspeita. Foto: PM

Os irmãos ao serem pressionados, informaram que na noite de ontem haviam realizado um assalto em parceria com a policial, no bairro do Janga, utilizando o carro prata, que estaria na casa de Patrícia. Os objetos foram apreendidos e todos os envolvidos dirigiram-se para delegacia de Paulista, para as medidas cabíveis.
Irmãos compactuavam com a policial militar nos roubos e no fornecimento de armas. Foto: PM

A policial trabalhava na Companhia Independente de Policiamento do Meio Ambiente (Cipoma).

NOTA DA PM; Por meio de uma nota, a Polícia Militar ressalta que não compactua com práticas e atitudes dessa natureza. E que a soldado além de responder pelos crimes que lhe serão imputados, a servidora será submetida a um processo administrativo, que poderá puni-la desde uma advertência até a expulsão das fileiras da Corporação.

NOTA DA PC; Durante a abordagem, foram encontrados dois celulares com queixa de roubo e peças de veículos desmontadas, de procedência duvidosa. Posteriormente , a militar foi localizada e conduzida à Delegacia de Plantão de Paulista, onde foi autuada em flagrante por receptação. Foi instaurado inquérito para apurar o caso.


Redação OP9


Nenhum comentário:

Postar um comentário