sábado, 6 de julho de 2019

MDB faz convenção em clima de unidade 
O MDB de Pernambuco sob a liderança de Jarbas Vasconcelos conquistou a prefeitura do Recife em 1992 e posteriormente o governo de Pernambuco em 1998. O partido teve um grande protagonismo entre as décadas de 90 e 2000, porém desde a saída de Jarbas Vasconcelos do Palácio do Campo das Princesas em 2006 que o partido foi sendo reduzido no estado. A redução do MDB ocorreu no momento de protagonismo do PSB que ascendeu ao governo em janeiro de 2007 com Eduardo Campos e até hoje possui uma hegemonia quase que absoluta no estado.

Em 2012 o partido passou a fazer parte da Frente Popular, depois de duas décadas de afastamento de Jarbas Vasconcelos e Eduardo Campos, que protagonizaram a disputa pelo governo em 2010. Sob a liderança de Eduardo, MDB e PSB conquistaram a prefeitura do Recife com Geraldo Julio em 2012 e 2016, e o governo de Pernambuco com Paulo Câmara e Raul Henry em 2014. Nas eleições de 2018, durante a reeleição de Paulo Câmara, o MDB voltou a ter Jarbas Vasconcelos no Senado.

Ainda em 2018, o partido teve a conturbada chegada do senador Fernando Bezerra Coelho egresso do PSB com o objetivo de ser candidato a governador. Jarbas e Raul judicializaram o processo de intervenção no MDB, retiraram Fernando do páreo e foram fundamentais para a reeleição do governador Paulo Câmara. Hoje, o partido faz sua convenção que oficializará a recondução do deputado federal Raul Henry, mas diferentemente de 2017 e 2018 quando houve disputa, o partido está pacificado entre os grupos dos senadores Jarbas Vasconcelos e Fernando Bezerra Coelho, que fumaram o cachimbo da paz.

A grande dúvida recai sobre o futuro do partido em Pernambuco, que terá a opção de seguir dando sustentação ao projeto do PSB no estado e na capital, ou caminhar para um protagonismo no Recife em 2020 com uma candidatura de Raul Henry a prefeito e pensar em 2022 onde estará completando um ciclo de dezesseis anos de hegemonia socialista em Pernambuco. Os discursos de hoje ditarão o caminho que será adotado pelos senadores Jarbas Vasconcelos e Fernando Bezerra Coelho e pelos deputados Raul Henry e Tony Gel, lideranças representativas do partido em Pernambuco.


Edmar Lyra


Nenhum comentário:

Postar um comentário