quinta-feira, 25 de julho de 2019

Na Paraíba, Justiça mantém, em audiência de custódia, prisão de casal acusado de tortura a criança de 7 anos
Maria Aparecida Sousa Silva e o companheiro Edilson Cosme Albuquerque passaram por audiência de custódia no início da tarde da última terça-feira (23) no fórum da cidade de Boqueirão na Paraíba e tiveram a prisão preventiva mantida.

A mãe e o padrasto são acusados de torturar o menino de apenas 7 anos, que continua internado no Hospital de Trauma de Campina Grande após passar por cirurgia em lesão no couro cabeludo.

Eles foram indiciados por tentativa de homicídio triplamente qualificado. Maria Aparecida deve ser encaminhada para o presídio feminino e Edilson, para o presídio padrão.


Portal. PB


Nenhum comentário:

Postar um comentário