terça-feira, 2 de julho de 2019


Policial morto durante troca de tiros em Santa Cruz do Capibaribe é sepultado, “Meu eterno guerreiro” esposa de policial morto
Na tarde desta terça-feira (02) O policial militar André José da Silva (32 anos), que foi morto durante um confronto com bandidos na manhã da segunda-feira (01) em Santa Cruz do Capibaribe, foi sepultado sob homenagens.
O policial militar foi velado no Sítio Juliana, zona rural de Santa Maria do Cambucá, e por volta das 16h, ele foi sepultado no cemitério municipal da mesma cidade.
O caixão com o seu corpo entrou ao cemitério carregado por policiais militares e antes do enterro, foram realizadas honras militares para o soldado. André que é filho de um sargento da PM da reserva, era casado e deixou três filhos.

Confira o momento da chegada do corpo ao cemitério:


“Meu eterno guerreiro” – diz durante velório esposa de policial morto
Viúva do policial André Silva, Dímitra Silva, passou velório abraçada com a farda do marido (Reprodução/TV Jornal Interior).

A esposa do soldado da Polícia Militar André Silva, 32 anos, morto nessa segunda-feira (1º) durante confronto com criminosos em Malhada do Meio, em Santa Cruz do Capibaribe, estava bastante abalada durante o velório, realizado nesta terça-feira (2) no Sítio Juliana, em Santa Maria do Cambucá, onde ele morava antes de se tornar policial.

De acordo com Dímitra Silva, a atuação de André José da Silva na Rocam de Santa Cruz do Capibaribe era a realização de um sonho.

“Ele honrou [a farda] até mesmo com o risco da própria vida”, disse a esposa do soldado, entre lágrimas.

O soldado deixou três filhas, de um, oito e 14 anos. A viúva revelou sobre como vai lembrar do marido:

“Com amor, meu eterno guerreiro, minha vida. Para sempre um guerreiro”.

Confira o vídeo da TV Jornal Interior:



Ney Lima / Agreste Noticia


Nenhum comentário:

Postar um comentário