sexta-feira, 2 de agosto de 2019

 Mundo Cão; Assassinos do menino Lucas Vinícius de 8 anos, assassinado dão detalhes como foi praticado o homicídio
Um dia após os suspeitos de terem matado o garoto Lucas Vinícius serem presos, surgem novas informações acerca do crime que indignou a população de Garanhuns. Luciano Jesus, 40 anos, e seu enteado, Lucas da Silva, de 18, segundo informações da 22ª Delegacia de Homicídios de Garanhuns, confessaram serem eles os autores do homicídio. Lucas havia desaparecido dia 15 de julho de sua residência no bairro da Massaranduba e seu corpo foi encontrado seis dias depois em um matagal nas imediações da antiga casa de shows Metroplaza.

A pergunta que todos estão fazendo agora é: qual seria a motivação para o assassinato? O delegado Eric Costa promete trabalhar no caso durante todo o dia de hoje para em breve entregar todas as respostas para a sociedade, mas, informações divulgadas pelo Portal Agreste Violento, adiantam o modus operandi dos assassinos confessos. Segundo o site, Luciano Jesus e Lucas da Silva já vinham praticando uma série de crimes na área da Massaranduba como estupros e roubos.

Lucas da Silva, o mais jovem e enteado de Luciano, informou que sua participação no crime foi em apenas vigiar o local enquanto seu padrasto matava o menino no meio do matagal com uma faca. Ainda segundo informações, a faca do crime foi a mesma usada pela dupla para ameaçar e estuprar uma mulher nas imediações da Vila do Quartel.

Ainda segundo detalhes acerca de como os dois mataram Lucas, o portal Agreste Violento obteve a informação que a dupla acompanhou a criança quando ela passou em frente a um bar onde os supostos assassinos estavam bebendo. Lucas da Silva também informou para a polícia que seu padrasto, Luciano Jesus, já havia tentado estuprar sua irmã, mas não chegou a consumar o abuso. A menina já estaria amarrada com arames quando foi encontrada, mas o caso não foi comunicado à polícia.

De acordo com as informações colhidas até agora, Lucas da Silva era obrigado a praticar estupros e roubos na companhia de seu padrasto Luciano Jesus porque era ameaçado de morte por este caso contasse alguma coisa para alguém.

Nesta quinta-feira, 01 de agosto, a dupla estuprou uma mulher nas imediações da Vila do Quartel, mas a ação criminosa foi flagrada por populares que acionaram a PM. Os dois foram presos e autuados em flagrante e, na tarde do mesmo dia, após serem ouvidos por agentes da 22ª Delegacia de Homicídios de Garanhuns, confessaram ter matado o menino Lucas, de oito anos.

Os suspeitos serão encaminhados para audiência de custódia pelo crime de estupro investigado pela Delegacia da Mulher. Consequentemente a Polícia Civil deve pedir a prisão deles pelo assassinato do menino Lucas.


Com informações do Agreste Violento.


Nenhum comentário:

Postar um comentário