sábado, 31 de agosto de 2019

“Críticas ao PSB não passam de desespero da oposição”, devolve governista 
Na avaliação de um aliado governista, a oposição está cada vez mais desesperada com a falta de projeto para as eleições de 2020. Ele lembra que o grupo formado pelos derrotados de 2018 vem sofrendo derrotas corriqueiras porque não tem o que apresentar ao Recife e a Pernambuco.

“Em 2018 eles formaram o time de Temer, um presidente ilegítimo que nada fez por Pernambuco e foram sumariamente derrotados, já em 2020, eles estão apoiando Bolsonaro que já deu reiteradas demonstrações de que não tem nenhum apreço pelo nosso estado, isso será utilizado na campanha e novamente os recifenses perceberão quem está ao lado do povo e quem está contra o povo”, prossegue o governista.

O projeto do PSB para o Recife, na sua ótica, é um projeto vitorioso, gestado por Eduardo Campos e executado por Geraldo Julio, que terá muito o que mostrar para impulsionar aquele que será no momento oportuno oficializado como candidato não só do PSB mas de toda a Frente Popular, de Arraes, Jarbas, Pelópidas, Eduardo, Paulo e Geraldo.

Sobre alguns ex-aliados, ele afirma que Armando Monteiro é um traidor dos trabalhadores que votou a favor da famigerada reforma trabalhista. Enquanto Fernando Bezerra, segundo o mesmo, é governista contumaz sem respeitar qualquer tipo de confiança lhe dada pelos eleitores.

“Eles estão desesperados porque Mendonça Filho, Bruno Araújo, Armando Monteiro, Daniel Coelho e Priscila Krause, foram em algum momento derrotados pelo projeto vitorioso e ao lado das causas populares liderado pelo PSB e qualquer um deles que se apresentar em 2020 será derrotado porque não têm o que mostrar ao povo recifense no ano que vem”, vaticina o governista.


Edmar Lyra


Nenhum comentário:

Postar um comentário