segunda-feira, 26 de agosto de 2019

Novas alterações no governo Paulo Câmara devem ser oficializadas 
Durante a edição do Todos por Pernambuco no sertão, não se falou em outra coisa, correu a boca miúda as alterações que seriam realizadas no primeiro escalão do governador Paulo Câmara. Para a Casa Civil, José Neto deverá assumir o posto, uma vez que goza de muito prestígio junto ao governador e seria um nome sem arestas com setores do poder no estado. Para o seu lugar, Milton Coelho assumiria a secretaria de Administração, voltando a ocupar o posto que exerceu no primeiro mandato do governador.

Já para a chefia de gabinete, em substituição a Milton Coelho, assumiria Antonio Limeira, voltando a ocupar o cargo como no primeiro governo. A dança das cadeiras concluirá, pelo menos por enquanto, a minirreforma na equipe que o governador iniciou com a troca de Roberto Tavares na Compesa por Manuela Marinho.

O nome de José Neto foi bem recebido por alguns deputados, uma vez que ainda em 2018 ele teve seu nome lembrado para assumir a Casa Civil, mas acabou dando espaço para André Campos, que atualmente preside a Copergas. Milton Coelho, por sua vez, volta a ter uma posição de destaque no governo, haja vista que é o primeiro suplente de deputado federal e muita gente achava o cargo de chefe de gabinete aquém do seu peso político.

Paulo Câmara terá como desafio ao longo do segundo semestre melhorar a interlocução com prefeitos e parlamentares, sobretudo através de José Neto, que terá a missão de resolver junto às demais pastas o pagamento das emendas parlamentares e a liberação do FEM. Se avançar nestas duas áreas, Paulo Câmara estará criando um ambiente ainda mais favorável para o seu governo, que já coleciona avanços na educação, na segurança pública e na infraestrutura e precisa avançar na articulação política.


Edmar Lyra


Nenhum comentário:

Postar um comentário