quinta-feira, 19 de setembro de 2019

PF investiga Fernando Bezerra Coelho e faz buscas em gabinetes
Operação da Polícia Federal desencadeada no Congresso Nacional nesta quinta (19) investiga o pernambucano senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), líder do presidente Jair Bolsonaro, na Casa. Mandados de busca e apreensão também têm como alvo o filho dele, o deputado Fernando Bezerra Filho (DEM).

Eleito em 2014, Fernando Bezerra Coelho foi o mais bem votado, para o cargo, em Santa Cruz do Capibaribe naquele pleito, com 18.771 votos. Já o deputado obteve 6.412 votos, em 2018 no município, quando esteve no palanque do prefeito Edson Vieira (PSB).

As denúncias contra Fernando Bezerra Coelho falam em irregularidades na obra de transposição do Rio São Francisco, no período em que foi ministro da Integração, no governo Dilma Rousseff (PT).

De acordo com publicação do G1, buscas por documentos e arquivos digitais foram feitas no gabinete do senador, na Câmara dos Deputados e também no Recife e Petrolina, em Pernambuco, e João Pessoa, na Paraíba.

Defesa – Por meio de nota, o advogado André Callegari, afirmou que as medidas se referem a “fatos pretéritos” e que a justificativa seria a “a atuação política e combativa do senador”.

“Causa estranheza à defesa do senador Fernando Bezerra Coelho que medidas cautelares sejam decretadas em razão de fatos pretéritos que não guardam qualquer razão de contemporaneidade com o objeto da investigação. A única justificativa do pedido seria em razão da atuação política e combativa do senador contra determinados interesses dos órgãos de persecução penal”, diz a defesa.

G1


Nenhum comentário:

Postar um comentário