quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Coluna - De Olho na Política Jataubense escrita por Diogenes Ramos

A pouco menos de um ano para as eleições municipais, os bastidores da política jataubense estão pegando fogo. Informações, adesões, brigas entre aliados, desistências, frustrações, ciumeiras entre outros ingredientes, estão fazendo com que os ânimos nos bastidores fiquem aflorados.
QUEDA DE BRAÇO

Na disputa pelo comando do PSDB na cidade de Jataúba, o prefeito Antônio de Roque levou a melhor sobre a deputada estadual Alessandra Vieira, que é presidente estadual do PSDB. No apagar das luzes o ex deputado Bruno Araújo, presidente nacional da sigla, deu a cartada final e manteve o partido sob o comando do grupo de situação, liderado pelo prefeito Antônio de Roque. Vale ressaltar que desde 1998 Antônio de Roque e Bruno Araújo são aliados, e talvez isso tenha pesado para que Bruno Araújo tomasse essa atitude. A disputa pelo comando da sigla se dá pelo tempo de rádio e tv, em um tempo de campanha reduzido para 45 dias, o tempo de rádio de tv é essencial para angariar votos. Se pegarmos a eleição de 2018, o PSDB tinha um tempo de 9,24 minutos.
TOMOU GOSTO

É sabido por todos que o empresário Boy sempre participou da política de Jataúba, porém de maneira muito discreta. Assim como o seu pai, Teófilo Ribeiro (in memoriam), Boy tem demonstrado grande habilidade e jogo de cintura para lidar com a política e isso tem feito com que várias lideranças políticas e vereadores acreditem em seu projeto político. Com todos esses fatores pesando ao seu favor, Boy tem fortalecido o grupo denominado terceira via e após se filiar ao Republicanos surge como um nome forte na disputa pela prefeitura de Jataúba.
BATEU O MARTELO

Informações dão conta que o líder político Fábio Mamão já confirmou sua adesão ao grupo da terceira via. Mas, o anúncio oficial só deve acontecer em janeiro. Alguns fatores estão fazendo com que Mamão se mantenha em silêncio. Por exemplo, a definição do deputado estadual Diogo Moraes (PSB) quanto a disputa pela prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe; Resistência de alguns aliados; vínculo com o governo do estado; unir-se novamente com antigos aliados são fatores que estão pesando para uma decisão definitiva de Mamão. Enquanto o mesmo não se pronunciar oficialmente, as conversas surgem a todo instante.
DEU RUIM

No último dia 06 aconteceram as eleições para o Conselho Tutelar de Jataúba. Os apadrinhamentos políticos foram essenciais para o resultado final da disputa, que parecia mais uma disputa entre vereadores. A forma como se deu esses apadrinhamentos foram a gota d’água para que os arranhões e disputas internas nos grupos políticos viesse à tona. 

Aliados começaram a se olhar atravessado, insatisfação por falta de apoio, apoio demais pra uns e outros praticamente solitários, invasão de reduto eleitoral foram suficientes para mostrar que aliados mesmos só na aparência, será cada um por si e o resto que se vire. Teve até vereador que barrou alguns eleitores de vir votar pelo fato de outro vereador ter articulado a vinda desses eleitores, e olhe que são aliados, imagine se fossem adversários.

EM EVIDÊNCIA

O secretário de finanças Anderson Avelino, tem aparecido cada vez no cenário político. O jovem secretário vem sendo cogitado como um possível candidato para compor a chapa majoritária do grupo de situação, que ao que tudo indica será encabeçada pelo vice-prefeito Jackson Buraco (PSB). Anderson faz parte do Renova BR, uma iniciativa que nasceu na sociedade civil, com o objetivo de formar novas lideranças para entrar para a política. Isso tem surtido efeito e fazendo com que o mesmo tome gosto pela política e ao que parece, o mesmo está disposto a encarar uma disputa majoritária, seja na vaga de vice ou até mesmo encabeçando a chapa, só não tem interesse de disputar uma vaga na casa Inácio Viterbo de Araújo. Em se confirmando a chapa Jackson/Anderson o grupo de situação chega forte para disputar a cadeira do executivo municipal.

Em breve traremos mais informações dos bastidores da política jataubense. Encerro esta coluna com uma frase de Brivaldo: “Ingratidão é tornar descartável quem um dia foi fundamental”.

Diogenes Ramos/ Blog do DidiRamos


Nenhum comentário:

Postar um comentário