sexta-feira, 25 de outubro de 2019

Em Jataúba vereadores fazem graves denúncias contra a prefeitura durante sessão na câmara de vereadores
Na noite desta quinta-feira aconteceu na cidade de Jataúba mais uma reunião ordinária na Câmara de Vereadores de Jataúba. Dos nove vereadores presentes apenas três fizeram uso da tribuna e algumas denúncias graves foram apresentadas pelos vereadores. Mais uma vez o vereador Jakson (Galego de Antônio de Roque) PSB faltou à sessão que desta vez também contou com a ausência da vereadora Josilene Cordeiro (MDB).
O vereador Maviael (PSD) cobrou explicações sobre alguns reparos de calçamento que estão sendo feitos em ruas que receberão pavimentação asfáltica, segundo ele alguns pequenos buracos estão sendo alargados para fazer o conserto e disse que é nesses tipos de serviços onde acontecem os maiores desvios de dinheiro público nas prefeituras, pois, o Tribunal de Contas não fiscaliza esse tipo de reparo e a prefeitura presta conta da maneira que quer.
Para o vereador conserto de calçamento e pintura de postos de saúde são um prato cheio para quem quer desviar dinheiro público e exigiu explicações dos vereadores governistas. Maviael também citou a construção do muro no Bairro Bom Jesus no local onde seria para construção de uma praça e disse que foram investidos mais de 60 mil reais que estão parados aguardando uma decisão judicial, para ele tanto o muro quanto esses reparos que estão sendo feitos para depois passar asfalto por cima é dinheiro público jogado pelo ralo.
O vereador Zuza do Jacu (PT) Reforçou as cobranças de Maviael quando aos reparos de calçamento e mais uma vez citou a empresa Lettal Construções que segundo ele já levou milhões da cidade de Jataúba e disse que diante de tantas licitações que a mesma ganhou no município nunca viu um funcionário com uma camisa da mesma trabalhando em Jataúba e que acha muito estranho o fato de nunca ter aparecido outra empresa para concorrer com a mesma.
Zuza disse que irá continuar mostrando os desmandos que estão acontecendo no município e disse que em Jataúba as coisas só andam pra trás. Por fim, o vereador fez uma denúncia e disse ter conhecimento de várias pessoas que estão dentro do Projeto Cidade Limpa, Povo Sadio que assinam um empenho onde consta que as mesmas recebem R$600 reais por mês valor que também é informado ao TCE, mas, que na verdade só recebem R$200 reais e disse ter esses empenhos em mãos, porém, as pessoas tem medo de denunciar.
O vereador Fernando Firoca (PTB) disse que não é contra tapar buracos, mas, ressaltou que ao invés da prefeitura tapar buraco de rua que vai receber asfalto deveria se preocupar com o saneamento dessas ruas que segundo ele é precário e poderá causar problemas no futuro tendo até que quebrar o asfalto. Firoca disse que o problema em Jataúba é que o prefeito só faz o que quer e citou como exemplo a creche que segundo ele sugeriu que fosse construída em outro local e que onde era o matadouro fosse construído um Polo para os confeccionistas de Jataúba expor suas mercadorias, mas que não foi atendido por capricho do prefeito.

O vereador levantou um tema gravíssimo, pois, disse que foi procurado por algumas pessoas informando que principalmente da Escola da Vila do Jacú a prefeitura teria colocado algumas pessoas menores de idade para trabalhar como professoras e que as mesmas estariam recebendo um salário de R$150 reais por mês o que classificou como um desrespeito a categoria dos professores e disse que irá investigar o caso para confirmar se de fato procede.

Por fim, o vereador disse que esteve nesta quinta-feira na agência do SICCOB em Santa Cruz do Capibaribe para tentar viabilizar a instalação do banco em Jataúba e se mostrou muito otimista. Segundo ele na próxima semana a gerência do banco irá marcar uma reunião para discutir a possibilidade e convidou a todos os vereadores para estarem presentes.

Os demais vereadores não se pronunciaram e a próxima sessão ficou marcada para a próxima quarta-feira dia 30/10 às 20 horas.


Jota Silva / Folha de Jataúba



Nenhum comentário:

Postar um comentário