domingo, 13 de outubro de 2019

MDB está unido para crescer em 2020 e retomar protagonismo em Pernambuco 
Último partido a governar Pernambuco antes da atual hegemonia do PSB com Jarbas Vasconcelos, o MDB, que sofreu uma redução significativa no estado com a ascensão socialista, se prepara para disputar as eleições de 2020 no sentido de ampliar seu espaço nas prefeituras e sair fortalecido para 2022 quando poderá voltar a disputar o governo de Pernambuco.

Se em 2017 com a conturbada entrada do senador Fernando Bezerra Coelho, o MDB de Pernambuco viveu momentos difíceis, com brigas jurídicas pelo comando do partido, 2020 será completamente diferente, uma vez que o partido que tem quadros como Tony Gel e Raul Henry está unido para atrair quadros relevantes para voltar a se apresentar como uma alternativa relevante para Pernambuco.

Os principais expoentes do partido estão circulando em várias regiões do estado, filiando lideranças do sertão ao litoral e certamente ampliará seu espaço na política estadual. O partido também deverá receber o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, que se configurou numa das mais promissoras revelações da política pernambucana para tentar a reeleição, o que sem sombra de dúvidas será mais uma importante aquisição do partido.

Com a grife de ter Jarbas Vasconcelos em seus quadros que dispensa apresentações e um senador como Fernando Bezerra Coelho que é um trator para trabalhar, o MDB tem todas as condições de voltar a crescer e retomar o protagonismo na política estadual que as circunstâncias eleitorais lhe tiraram.


Edmar Lyra


PROGRAMA DEBATE LIVRE

Nenhum comentário:

Postar um comentário