sexta-feira, 25 de outubro de 2019

Prefeito de Jataúba Antônio de Roque (MDB) endurece o tom e manda recado para o prefeito de Santa Cruz do Capibaribe Edson Vieira (PSDB) "não traga as mazelas de Santa Cruz do Capibaribe para Jataúba"
Na noite desta quinta-feira o prefeito da cidade de Jataúba Antônio de Roque (MDB) participou de uma entrevista no Programa Olhando de Frente que vai ao ar diariamente pela Rádio Comunidade FM em Santa Cruz do Capibaribe. O prefeito falou sobre administração, recursos, sobre sua trajetória política e as expectativas para as eleições 2020, Roque também aproveitou a oportunidade e deu algumas alfinetadas no prefeito de Santa Cruz do Capibaribe Edson Vieira.

Trajetória política; O prefeito ressaltou a sua história política e disse que quando foi lançado pelo ex-prefeito Petrônio Siqueira (in memoriam) muitos não acreditavam na sua capacidade de administrar, e disse que trabalhando em prol da população conseguiu conquistar o respeito da população jataubense que já lhe concedeu cinco mandatos como prefeito. 
Antônio de Roque disse que essa marca ninguém poderá apagar da sua biografia, o fato de ter conseguido cinco mandatos de prefeito na mesma cidade e no mesmo partido político.

Administração; Antônio de Roque disse que vem trabalhando duro e buscando melhorias e qualidade de vida para os jataubenses, destacou algumas obras que pretende entregar a população já no início do próximo ano como a Praça dos Estudantes, os Postos de Saúde da Boa Vista e de Umburanas, além de outras ações, segundo ele, nos próximos meses também dará início a construção de uma escola no Distrito da Passagem do Tó e ressaltou que no momento essa é sua única preocupação, administrar o município.

Recursos; 
Antônio de Roque destacou o aumento que os municípios e em especial Jataúba tem recebido através do FPM e disse que se o gestor não tiver muitos amigos, não quiser ser bonzinho com muita gente, dá pra fazer muita coisa. Segundo ele Jataúba está com as contas controladas e disse que a maior dificuldade que enfrenta ainda é com relação aos professores que através do plano de cargos e carreiras tem um dos maiores salários da região, porém, disse que tem conseguido pagar a todos em dia.

O prefeito destacou que Jataúba tem um grave problema para os próximos 4 ou 5 anos que é a questão da previdência própria, segundo ele, hoje o município tem que arcar com um percentual financeiro não informado pelo mesmo para cobrir a folha dos servidores inativos e disse que nos próximos anos a tendência é que não haja mais contribuintes e ai o município terá que encontrar meios de resolver essa equação já que terá de arcar com 100% da folha.

PE’s 145 e 160; Falando sobre as PE’s que dão acesso ao município o prefeito disse que a ideia do governo do estado é colocar uma nova camada de asfalto e destacou o trabalho paliativo que fez na área pertencente ao município de Jataúba. “Sei que essa é uma responsabilidade do Estado, mas, com a ajuda de alguns amigos fizemos um tapa buracos que melhorou as condições da via na área pertencente à Jataúba, é algo que gasta muito pouco e dá pra fazer”, destacou o prefeito, que disse não ter usado dinheiro da prefeitura para isso, e mais uma vez destacou que fez o serviço com a ajuda de amigos, 
Antônio de Roque disse que o prefeito até erra quando faz um trabalho como esse pelo fato de ser responsabilidade do estado, mas, ressaltou a necessidade pelo sofrimento da população.

Possível perca de partidos; O prefeito disse que até então não tem nada oficial, porém, disse que se acontecer, encara com naturalidade, pois, tudo isso faz parte do jogo político, 
Antônio de Roque disse que nunca brigou e nem irá brigar por sigla partidária, pois, se perder uma, tem outra e assim a vida segue. Segundo ele se o presidente nacional do PSDB o ex-deputado Bruno Araújo entregar o partido a Edson e Alessandra em Jataúba isso não vai diminuir a sua admiração e nem abalar a amizade que tem com o mesmo.

Já referente ao PSB Roque disse não acreditar que o governador Paulo Câmara tire a sigla da sua base, porém, disse que se de fato acontecer irá procurar outro partido ou até mesmo pode ficar só com o MDB, porém, disse não está preocupado com isso no momento. O prefeito destacou que essa conversa de que alguém tomou o partido não existe, pois, só se toma o que alguém vai atrás e disse que em nenhum momento foi atrás ou brigou por partido algum. Ele disse que o que preocupa é fato de ter um partido a muito tempo e de repente perder, mas, que se acontecer virá outro, pois, partidos são tudo normais.
Recado para prefeito de Santa Cruz do Capibaribe Edson Vieira; Saindo do campo da normalidade Antônio de Roque subiu o tom contra o prefeito de Santa Cruz Edson Vieira e disse que em um discurso de Edson o mesmo teria dito que Jataúba é uma terra sem dono. “Ele disse que Jataúba não tinha dono e de fato eu nunca disse que sou dono de Jataúba, eu estou prefeito de Jataúba pela vontade do eleitor, mas, digo uma coisa, Jataúba é uma cidade limpa, não é esburacada e não tem pagamentos atrasados, se ele (Edson) chegar a tomar conta de Jataúba já que pelo que ele falou vai ser assim, ele vai ser prefeito de lá, que ele não leve as mazelas pra Jataúba, o atraso de salários, os buracos e os lixos que estão ai nas ruas de Santa Cruz, por que senão a gente vai perder o brilho que conquistamos de ser uma das cidades mais organizadas do polo de confecções”, declarou o prefeito.

Eleições 2020; Quanto ao pleito que se aproxima o prefeito disse no momento só pensa em trabalhar pelo povo de Jataúba e que no momento certo irá pensar nas eleições do ano que vem, segundo ele só a partir de abril, prazo final para trocas de partidos é que as coisas vão se definir. Segundo ele não adianta formar um grupo forte agora e não respeitar a vontade do eleitor, pois, o eleitor é quem decide.

Para 
Antônio de Roque uma coisa é formar um grupo e outra é o eleitor aceitar esse grupo, Antônio de Roque disse que não vai queimar nenhum nome antes da hora e que a partir do momento em que as coisas se definirem apresentará o seu candidato e vai pedir o voto e disse que está fazendo o trabalho da continuidade e se o eleitor entender dessa forma irá forte para as eleições de 2020.

Quanto à redução no tempo de campanha de 45 para 35 dias o prefeito disse que isso não irá afetar quem está com a máquina. “Eu estou administrando, não estou trabalhando no dia-a-dia, então quem tem que se preocupar são os opositores, pois, como estamos administrando, no momento certo é só pedir o voto”, destacou. E disse que muita coisa pode mudar até abril de 2020 e disse que seus adversários é que terão que correr contra o tempo, pois, não tem nada para mostrar a população.

Opinião; Perguntado sobre a possibilidade de Jataúba ter 2 ou 3 grupos políticos em 2020 disse que tudo vai acontecer na hora certa e disse que só Fábio Mamão é quem poderá tomar essa decisão e definir o seu rumo, e disse que pelo curso da política de Jataúba praticamente não ver possibilidades de junção entre Mamão e o seu grupo. “Jataúba tem uma política diferente e faz muitos anos que não falo com Mamão, pois, temos respeito um pelo outro, mas, eu sou realista e não vejo possibilidade de aproximação, pois, não vai compensar ele tem as ideias dele e eu tenho as minhas”, destacou Roque.

Por fim o prefeito destacou o trabalho que a guarda Comunitária/Municipal de Jataúba vem realizando no município. O prefeito esteve acompanhado pelo seu vice Jackcon Buraco e pelo secretário de Administração Osvaldinho, além de alguns correligionários.


Jota Silva / Folha de Jataúba


Nenhum comentário:

Postar um comentário