sábado, 16 de novembro de 2019

Frente Parlamentar de Combate à Automutilação e Suicídio realiza audiência pública com profissionais da Saúde
Na última quarta-feira (13), a Frente Parlamentar de Combate à Automutilação e ao Suicídio deu início, oficialmente, a seus trabalhos do colegiado com a realização da primeira Audiência Pública que contou com participação da Secretária executiva de Atenção à Saúde da SES, Dra. Cristina Mota e equipe técnica, além da psiquiatra da infância e adolescência Rackel Eleutério.

O coordenador-geral da Frente, deputado Diogo Moraes, abriu a reunião destacando que este trabalho é uma ação que trata de uma responsabilidade social da Casa Legislativa com os pernambucanos. A Audiência Pública também contou com a exposição de João Marcelo, gerente de Saúde Mental da SES, Mikaele Vasconcelos, da 7ª Geres.

“Ao longo de mais de três horas de audiência pública os participantes forneceram informações e dados oficiais relacionados ao tema em nosso Estado. Como o Governo de Pernambuco vem atuando, na prevenção desta problemática que tem crescido vertiginosamente em todo o mundo”
Segundo o deputado, os dados colhidos no ano de 2017, mostraram que Pernambuco teve 4,6 óbitos por suicídio por 100 mil habitantes. Entre 2013 e 2017, enquanto no Brasil 15,4% da população chegou a óbito, em Pernambuco, o número era de 31,4%.
“Em nosso, estado, verifica-se ainda que o maior número de óbitos é na população masculina. Então, este, e os demais dados apresentados vão ser somados, ao longo das próximas reuniões, e compilados. São informações valiosas que vão ajudar a Frente Parlamentar a construir uma proposta de programa estadual de combate à automutilação e ao suicídio”, completa Diogo Moraes.

Presente na audiência, o deputado Erick Lessa, membro do colegiado, parabenizou pela iniciativa de debater o tema. “Como sou oriundo da área de segurança, a gente observa os dados estatísticos. Não dá mais para deixar de lado esse debate. Claro, envolver mais e mais colegas parlamentares com amplas discussões e efetivas contribuições no que diz respeito a política pública”, afirmou Lessa.

Representando o Secretário Estadual de Saúde, André Longo, a Dra. Cristina Mota, secretária executiva de Atenção à Saúde da SES, iniciou sua fala declarando que a Frente Parlamentar de Combate à Automutilação e Suicídio é um tema extremamente relevante e que se trata de um grande desafio da atualidade.

O Dr. João Marcelo, gerente de Saúde Mental da SES, apresentou a agenda estratégica de prevenção ao suicídio, que conta com três eixos: Vigilância e Qualificação da Informação; Prevenção e Promoção da Saúde; Gestão e Cuidado.


Assessoria


Nenhum comentário:

Postar um comentário