quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

Reforma administrativa fica mais próxima nas gestões do PSB 
Faltando menos de nove meses para as eleições municipais, a Frente Popular terá que se reestruturar para manter a hegemonia do PSB em Pernambuco garantindo a vitória na capital pernambucana. Para chegar com chances de vitória, o PSB terá que manter a tropa unida e isso só será possível com a repactuação dos espaços tanto na prefeitura do Recife quanto no governo de Pernambuco.

Com a deflagração das especulações de que o MDB do deputado federal Raul Henry poderia assumir a secretaria de Educação do estado, integrantes da Frente Popular sinalizaram o desejo de que o governador Paulo Câmara e o prefeito Geraldo Julio atuem em conjunto na ampliação do espaço dos aliados nas gestões socialistas.

O MDB ocupa atualmente a secretaria de Segurança Cidadã no Recife, a secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação e a presidência do DETRAN no estado. Uma eventual indicação do partido para o comando da Educação obrigaria o governador Paulo Câmara e o prefeito Geraldo Julio a avaliar a entrega desses três órgãos a outros partidos, como o PP, o PSD e o Solidariedade, ou até mesmo o Republicanos do deputado federal Silvio Costa Filho, que pode ofertar seu tempo de televisão ao PSB em outubro.

Outro partido que pode integrar a Frente Popular em outubro é o PSL do deputado federal Luciano Bivar, que pode abdicar de ter uma candidatura própria no Recife para ofertar seu importante tempo de televisão à Frente Popular, e isso pode significar a garantia de algum espaço nas gestões socialistas. Diante do cenário de reestruturação da Frente Popular com vistas à eleição no Recife, a reforma administrativa deverá ser oficializada ainda este mês.


Edmar Lira


APOIO CULTURAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário