terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

Aposentadoria pode permitir retorno de José Múcio à política 
Com quase quarenta anos de vida pública, o presidente do Tribunal de Contas da União, José Múcio poderá oficializar a sua aposentadoria daquela Côrte ao término do seu mandato de presidente, conforme foi divulgado na mídia nacional.

Ele abdicaria de pouco menos de três anos no cargo de ministro para se dedicar à vida privada, porém pelo fato de ter sido cinco vezes deputado federal, ministro das Relações Institucionais e candidato a governador, José Múcio nunca foi esquecido para disputar cargos eletivos em Pernambuco.

Seu nome chegou a ser ventilado em 2010 para o Senado na chapa de reeleição de Eduardo Campos e em 2014 para o governo na sucessão do próprio Eduardo, fato que não se concretizou, mas somente a possibilidade de deixar o TCU antes do tempo cria a expectativa de que Múcio possa voltar a ser candidato em Pernambuco.

Em 2022 estarão em jogo duas vagas na majoritária, o cargo de governador, atualmente ocupado por Paulo Câmara, que não terá mais a possibilidade de ser candidato ao mesmo cargo, e a de senador, atualmente ocupada por Fernando Bezerra Coelho, que pode não ser candidato à reeleição dependendo da conjuntura eleitoral daqui a dois anos. Os dois cargos estariam à altura de José Múcio, que consolidou-se como um dos melhores quadros da política pernambucana e nacional.


Edmar Lyra


APOIO CULTURAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário