sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

Mais uma operação Tapa-Buraco é realizada na PE-145

Ao longo dos seus pouco mais de 67 km, a PE-145 é um dos principais eixos de ligação das cidades de Brejo da Madre de Deus e Jataúba as cidades polos de desenvolvimento do Agreste, como Caruaru por exemplo, além de ser rota para os milhares de turistas que anualmente se deslocam até o Distrito de Fazenda Nova (Brejo da Madre de Deus), para prestigiarem o espetáculo da Paixão de Cristo, que é encenado em Nova Jerusalém, maior teatro ao ar livre do mundo.
Há alguns anos, a PE-145 tem ganhado destaque nos principais veículos de comunicação do interior do estado, por suas péssimas condições de trafegabilidade. São enormes buracos que se espalham pela rodovia, desde Jataúba até Cachoeira Seca (Lampião) onde se encontra com a BR-104. Tais buracos além de colocar em risco a vida de quem trafega diariamente pela rodovia, traz prejuízos econômicos para os motoristas, que por não conseguir desviar de todos os buracos, acabam danificando seus respectivos veículos.


Na tarde desta quinta-feira 06/02 alguns trabalhadores realizavam pela “enésima” vez a operação tapa-buraco. O governo do estado publicou edital para que seja feito o recapeamento de toda a rodovia, dentro do programa Caminhos de Pernambuco. Enquanto algo de concreto não se realiza, os motoristas que trafegam diariamente pela PE-145 tem que se desdobrar para se livrar dos buracos, que aumentaram significativamente após esses período de chuvas.
Dessa forma, os moradores destas cidades, que necessitam trafegar pela PE-145 diariamente, esperam que o governo do estado, através do Departamento de Estradas e Rodagens – DER, tome as medidas para solucionar o problema da rodovia, pois todos sabem que esta operação tapa-buracos, que é realizada apenas no período que antecede a Semana Santa, e mais especificamente no trecho entre Fazenda Nova e Cachoeira Seca, não é mais suficiente. É preciso fazer um recapeamento completo de toda rodovia, bem como providenciar a sua sinalização.


Diogenes Ramos/ Blog do DidiRamos


WhatsApp

Nenhum comentário:

Postar um comentário