quinta-feira, 23 de abril de 2020

Açude de Camalaú no Cariri Paraibano atinge a sua capacidade máxima e começa a sangrar; águas seguem para Boqueirão
Nas primeiras horas desta quinta-feira(23), o açude público do município de Camalaú, localizado no Cariri paraibano, atingiu a sua capacidade máxima e começou a sangrar.

Os moradores da cidade estavam na expectativa durante a madrugada e ao amanhecer puderam vislumbrar a grande maravilha das águas transcorrendo pelo sangradouro do manancial.

Localizada na Região do Alto Curso do Rio Paraíba, o açude de Camalaú atingiu a capacidade máxima chegando a 100,17 %, representando um volume atual de 48.190.726 m³. O reservatório tem capacidade total de armazenamento de 48.107.240 m³ de água, segundo dados da AESA.

Nesta última quarta-feira(22) o açude de Poções em Monteiro também atingiu a sua capacidade máxima e as águas seguiram para Camalaú, que foram primordiais para levarem o manancial a chegar a sua capacidade máxima.

Construído no final da década de 80 e início de 90, o açude sangrou por apenas duas vezes durante a sua história. As águas de Camalaú seguem pela calha do Rio Paraíba para o Açude de Boqueirão, que falta quatro metros para atingir o seu volume máximo.

VEJA O VÍDEO:



De Olho no Cariri


APOIO CULTURAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário