quarta-feira, 22 de abril de 2020

Meu Pernambuco tem História: Em Fazenda Nova, toda a família Mendonça se envolveria com os espetáculos.
A matriarca, D. Sebastiana, quem era verdadeiramente apaixonada por teatro, faria a produção e também participava da direção do Drama. O filho, Lourinho (apelido familiar de Luiz Mendonça), aprendeu a amar teatro com sua mãe, e foi o primeiro ator a se profissionalizar na família, fazendo parte do grupo Teatro Adolescente do Recife, ficou responsável por escrever o texto da peça em parceria com Osíris Caldas para o primeiro espetáculo em 1951.
O drama do Calvário constituía um espetáculo sem grandes sofisticações, realizado com pouquíssimos recursos e contando com um elenco praticamente formado pela família Mendonça, pelos amigos mais chegados e por vizinhos da própria vila de Fazenda Nova. Além da direção, Luiz Mendonça interpretava Jesus. O patriarca Epaminondas faria o papel do sumo sacerdote Caifás. Seus outros filhos, Paulo Mendonça viveu Pilatos. Sua filha Nair Mendonça foi Maria, enquanto Marly Mendonça (esposa de Paulo, viveu Madalena. Diva, a filha mais nova do casal, era criança de Jerusalém e Demônio do Horto. Os figurantes eram 25 amigos da família.


Fonte página da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém


APOIO CULTURAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário