sexta-feira, 1 de maio de 2020

No Cariri Paraibano Secretaria de Saúde de Caraúbas compra equipamento de proteção individual especial para profissionais que atuam no combate ao coronavírus
A Secretaria da Saúde do município de Caraúbas no Cariri Paraibano adquiriu essa semana 40(quarenta) macacão especial para os profissionais que estão trabalhando no combate ao COVID-19 virus responsável por transmitir o coronavirus. Além dos macacões, luvas, mascaras, protetores e calçados especiais fazem parte da indumentária necessária na proteção aos técnicos da saúde.

De acordo com o secretário da saúde. Leonardo Eneas Almeida, foram investidos mais de R$ 3.000,00 (Três Mil Reais) na aquisição desses EPIs e que irão, caso necessário, ser usados pela equipe quando for detectado algum caso suspeito ou confirmado no município.

O secretário informou que Caraúbas não tem nenhum caso registrado de coronavirus e isso se deve inicialmente as ações do Poder Público que através de Decreto suspender algumas atividades e reduzindo o contato com as pessoas através do isolamento social.

De acordo com o Departamento de Vigilância em Saúde no momento temos no município de Caraúbas – PB, 06(seis) pessoas em isolamento domiciliar por terem chegado de outros estados com situação grave da pandemia do COVID-19. Desse total, 04(quatro) casos na sede do município e 02 (dois) casos no Distrito de Barreiras, sendo 01(um) desses casos do Distrito de Barreiras apenas por síndrome gripal, porém a equipe preferiu isolar o caso para ter um maior controle.

Ainda de acordo com dados da Secretaria da Saúde o município teve 02 (dois) casos que já terminaram seu isolamento sem nenhum sintoma, além de 01(um) caso testado negativo para covid 19.

Lembramos aos profissionais que esses equipamentos especiais, como o macacão não serão distribuídos, mas que ficaram a disposição dos profissionais na sede da SMS para caso necessário seja usado. Iremos distribuir a quantidade necessária e suficiente dos demais EPIs para todos os técnicos da saúde com o objetivo de garantir o trabalho seguro e a saúde desses seres que estão na linha de frente ao COVID-19, concluiu Leonardo.


Seplacom


APOIO CULTURAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário