quinta-feira, 16 de julho de 2020

Em Jataúba Após muitas polêmicas e confusão, a mesa diretora da Câmara de Vereadores, doa dois veículos para o poder executivo municipal.

Após muitas polêmicas e confusão, a mesa diretora da Câmara Municipal de Vereadores de Jataúba, resolveu doar dois veículos para o poder executivo municipal. Esses veículos tem sido pivô de discussões e debates onde o presidente Paulo Floriano, prometeu fazer a doação de um desses carros para a Guarda Municipal, depois da aquisição de um terceiro veículo para a câmara.

Recentemente a Guarda Municipal deixou de receber viaturas do governo federal, por não atender alguns requisitos básicos. Então, diante deste fato, a imprensa local e regional passou a cobrar incansavelmente que o carro que foi prometido pelo presidente da câmara, fosse repassado o mais rápido possível, pois a Guarda Municipal precisa com urgência de um veículo para realizar diligências.

Passados 60 dias de férias dos vereadores, as sessões ordinárias voltaram no último dia 01/07, na ocasião, a prefeitura enviou para a Câmara o Projeto de Lei 07/2020 que cria o cargo de Advogado Social. Na sessão do dia 09/07 foi apresentado o Projeto de Lei 05/2020, tal projeto autoriza a mesa diretora a doar os dois veículos automotores para o poder executivo municipal, ainda de acordo com o projeto, a mesa diretora sugere que um desses veículos seja doado a Guarda Municipal.

POLÍTICAxPANDEMIA – Mesmo em meio a pandemia, os grupos políticos de Jataúba não param. Pré-candidatos, correligionários e simpatizantes estão com todo o gás realizando visitas na zona rural. Segundo informações de um ‘carcará’, essas visitas “solitárias” têm gerado mal-estar e ciúmes em outros pré-candidatos dentro dos grupos pois, estariam adentrando redutos alheios.

FORA DO PÁREO – Desde muito tempo que em nossos comentários e colunas, alertávamos que candidatos poderiam levar o que chamamos de ‘banho de cuia’, fato que se concretizou. A jogada em tela é uma faca de dois gumes, pois o (a) pré-candidato/candidata está achando que está dentro do jogo, mas, na hora da preleção descobrirá que nem relacionado está.

POR UM TRIZ – É sabido por todos que o pedido de registro de candidaturas além de outras exigências, precisam ser assinados pelo respectivo dirigente partidário com jurisdição no município. Alguns partidos deram uma cochilada e por pouco não deixam o adversário com a faca e o queijo na mão. Ainda bem que acordaram a tempo se não, muita gente iria ficar de fora da disputa.

VAI CAIR FORA? – Os ânimos e as incertezas nos bastidores estão tão aflorados que tem pré-candidato querendo cair fora. Pesquisas internas têm afetado diretamente a tomada de decisões e os resultados não tem sido aquele esperado, pois, tem até vereador de mandato que nem se quer pontuou nestas pesquisas. Outro fator que tem contribuído para essa desistência é a falta de autonomia dentro do grupo. ‘Carta branca’ foi a condição imposta para não pular do barco.

Os meses de outubro e novembro tornaram-se meses de referência para campanhas da saúde da mulher e do homem, mundialmente conhecido com ‘Outubro Rosa’ e ‘Novembro Azul’. A coincidência das movimentações das eleições ocorrerem nesses meses, dará cara as chapas majoritárias dos dois principais grupos políticos de Jataúba?


Diogenes Ramos/ Blog do DidiRamos



APOIO CULTURAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário