segunda-feira, 24 de agosto de 2020

JATAÚBA TÁ ENTREGUE: SERVIDORES DO MUNICÍPIO AO DEUS DARÁ
Anos a fio, os servidores de Jataúba sofrem com a irresponsabilidade das gestões atual e anteriores, pois a previdência do município virou uma verdadeira “Bagunça”.

Anteriormente, os servidores do município de Jataúba contribuíam para o INSS, só que como os valores arrecadados não eram repassados para o instituto, a dívida da prefeitura de Jataúba diante o INSS só aumentava. Foi aí que aproximadamente em meados da década de 2000, foi criado o IPSEJA (Instituto de Previdência Social de Jataúba), com o objetivo de livrar a dívida subentendida com o INSS e resolver de vez o problema. 

Só que a Prefeitura de Jataúba não promoveu Concurso Público desde 1998 (fez agora em 2019 e com pouquíssimos cargos e vagas em comparação a necessidade real do município) e sem novos contribuintes, o IPSEJA chega a década de 2020 literalmente “quebrado”, com inúmeros servidores com tempo de serviço e idade para se aposentar, mas que não se aposentam. Muitos preferem ficar “afastados”, com licença médica, em outras funções por conta da idade, ou ainda “ativos”, mesmo sem condições de saúde e físicas, principalmente os professores, que preferem ficar ainda dando aula e usufruindo do FUNDEB, que é onde realmente tem recursos financeiros para sustentar a classe.

O fato é que com esses “afastamentos”, não surge “VACÂNCIA”, pois só pode convocar de fato um novo servidor concursado quando se tem a VAGA. A façanha que já dura anos tá virando uma bola de neve cada vez maior, com servidores ENCOSTADOS e a prefeitura tendo que contratar temporariamente para suprir as necessidades eventuais do município. E olha que os contratados que constam na folha de pagamento do município não são poucos. Só de professores totalizam mais de 150. 

Ou seja, os cofres de Jataúba pagam o professor afastado e também: “o contratado que está cobrindo ele naquele cargo”. O cidadão jataubense, que paga seus impostos está tendo despesa dobrada com arranjos deste tipo, e a cada ano aumenta mais e mais os servidores que entra neste rol de situação. A pergunta é: até quando isso será suportável aos cofres públicos da prefeitura de Jataúba?

A bagunça vem de longe e parece que os verdadeiros responsáveis por esta situação tem as costas largas perante a justiça, a qual parece que faz “vistas grossas” para a situação lastimável dos servidores de Jataúba. Processos, TAC’S, multas desde 2014 simplesmente não são cumpridas. Há rumores até que os verdadeiros responsáveis por esta situação vê a justiça como “apenas um meio para ganhar tempo e empurrar com a barriga”. 

Isso é um caso nítido de improbidade administrativa e os responsáveis devem responder CRIMINALMENTE pelos seus atos e pelo descaso com a máquina pública. Mas como na maioria dos casos no Brasil, quem tem dinheiro para bancar bons advogados e demais molhadelas, reina no trono da IMPUNIDADE.

Escrito por um cidadão que prefere usar dos seus direitos de livre expressão e anonimato.


PROGRAMA DEBATE LIVRE

Nenhum comentário:

Postar um comentário