terça-feira, 1 de setembro de 2020

Sem definição sobre o Renda Brasil, Bolsonaro vai definir extensão do auxílio emergencial, "A equipe econômica defende R$ 300 reais."
O presidente Jair Bolsonaro definirá hoje o novo valor do auxílio emergencial, em um café da manhã no Palácio da Alvorada com líderes dos partidos da base do governo no Congresso.

Bolsonaro já se comprometeu a manter o pagamento do benefício até dezembro, mas falta confirmar o valor das parcelas, que deve ser inferior aos R$ 600 pagos nos primeiros cinco meses do programa. A equipe econômica defende R$ 300.

A expectativa no governo é que, a partir de janeiro, a população mais vulnerável na lista do auxílio emergencial seja coberta pelo Renda Brasil, que substituirá o Bolsa Família. No entanto, o programa social ainda não está pronto.

Sem definição sobre o Renda Brasil, o governo ampliou a previsão de despesas com o Bolsa Família em 2021, para R$ 34,8 bilhões, na proposta orçamentária encaminhada ontem ao Congresso. O Ministério da Cidadania prevê a inclusão de 2 milhões de famílias no programa.


Informações: GLOBO


APOIO CULTURAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário