domingo, 18 de outubro de 2020

PREFEITO DE JATAÚBA-PE, ANTÔNIO DE ROQUE DISSE QUE IRÁ FAZER CAMPANHA SIMPLES, SEM DINHEIRO.
O prefeito Antônio de Roque (MDB), em uma entrevista exclusiva falou sobre vários assuntos, só não foi claro na divulgação dos locais da entrega dos kits de merenda. Sobre o seu líder na Câmara de Vereadores disse que ele não sabia o que falava, os toyoteiros segundo o prefeito quando voltar às aulas e eles trabalharem voltarão a receber o dia trabalhado. Aos contratados das barreiras sanitárias não deve nada, sobre a eleição de 2020 muita confiança, mesmo sem dinheiro.

Prefeito quando irá fazer as entregas dos kits de merenda, aos alunos da rede pública de Jataúba, e como será a divulgação dos locais?

"O Dr. Antônio Rolenberg entrou com uma ação, o juíz deferiu e eu vou cumprir legalmente de acordo como a justiça está mandando. Vai começar a distribuição hoje 09/10(sexta-feira), são 3400 kits. Os recursos que o município tem hoje são R$: 203.000 mil, ele será pago essa primeira leva com dispensa tem uma publicação no diário oficial para uma concorrência, mas houve uma decisão judicial a gente vai cumprir agora. Os kits é composto por 12 itens, com o aumento nos gêneros alimentícios, foi o que pode ser comprados. As entregas terão todo protocolo respeitando os procedimentos contra o covid-19. Com esses duzentos e três mil reais, essa primeira compra foi feita com o dinheiro do ministério, na segunda compra se o município tiver contra partida pra dá será o mesmo kit. Observe, que eu não fiz kits normais, não era porque não queria não, se você dividir 06 meses cada kit pra Jataúba só daria nove reais e essa compra que vamos entregar apartir de hoje (sexta-feira 09/10) deu cento e setenta mil reais."

O vereador Jackson Galego, líder do governo, em uma das poucas reuniões presencial, disse que em uma conversa com o senhor havia acertado para que no futuro entregaria o dinheiro ou os kits. Houve essa conversa mesmo com o senhor, ou ele se empolgou? o que de concreto aconteceu?

"Meu filho é vereador, tem o direito dele, mas ele colocou as palavras um pouco difícil, sabe como é? Primeiro ele não procurou saber como estava o andamento, aquelas palavras que ele disse lá não foram bem colocadas, eu respeito as palavras dele, só que ele não pegou informação mais ampla e abrangente. Uma certeza eu tenho, não estou usando um centavo em favor de dinheiro de merenda de filho de ninguém para beneficiamento próprio em favor a minha administração."

Sobre os toyoteiros, foi divulgado que à uma empresa licitada, porém alguns toyoteiros dizem que recebem diretamente da prefeitura, quem realmente paga?

"Qual foi o motorista de carro da educação que recebeu um cheque da prefeitura? É certo de uma empresa terceirizada que venceu a licitação, e ela paga por dia, por viajem, ela não paga por mês, a licitação tá parada, o último pagamento nos 18 dias de março foi pago, o município não deve um centavo aos toyoteiros, eles ganham por dia trabalhado. A licitação e o contrato estão abertos, se as aulas voltarem amanhã, quem voltar a trabalhar vai receber. A empresa está com o contrato aberto, porém não está recebendo nada."

No início da pandemia as barreiras sanitárias eram principalmente com o pessoal da educação, depois houve muitas contratações, muitas pessoas reclamam que não tem recebido em dias os salários. O que o senhor pode dizer sobre isso?

"A questão da pandemia eu sofri muito no início. Quando a gente tinha 60 casos, Santa Cruz do Capibaribe tinha 08 e Brejo quase nenhum, porque não fizeram os testes inicial. A gente se organizou, ficamos estáveis e as outras cidades subiram muito. As barreiras sanitárias inicial realmente eram com o pessoal da educação, teve comentaristas de rádio que disse que o repasse tinha sido iregular, se enganou, os dois meses e quinze dias que eles passaram trabalhando, eu botei na conta 60% do Fundep, tirei dos recursos próprios e botei lá, eles ficaram só com a rúbrica que estaria pela educação, receberam pelo Fundeb 40 ou 60, mais eu peguei próprio meu e coloquei lá na conta Fundeb 60 pra cobrir aquilo que tinha esvaziado. Em seguida veio os recursos federais, que eram justamente pra fazer essas contratações desse pessoal, eu deixei o pessoal da educação e contratei novos para as barreiras, houve alguns comentários que estaria atrasado tudo bem, porque teria que cadastrar contas fazer todo processo que o ministério pede e manda, resolvido isso já saiu o pagamento de todos até o dia (30) do mês de setembro. O recurso é federal e tem que cumprir todos trâmites federais."

Qual seu ponto de vista sobre a eleição deste ano, já que o senhor não é candidato?

"O grupo do prefeito tem um trabalho grande, pagamentos em dia, tudo organizado com a cidade limpa, toda saúde em dia, remédio, transporte e o centro sendo asfaltado e temos trabalho prestado. Eu apresentei dois jovens candidatos que nasceram e conhece Jataúba e são conhecidos."

Com dois candidatos jovens, e com direito a duas pesquisas como está a situação de sua ala política?

"A minha ala política é humilde, com muito trabalho e respeito ao povo de Jataúba, eu não palavra pra dizer concorre, porque minha história é de respeito. Sobre direito a pesquisa eu não tenho conhecimento, mas quem deve e tem o direito de fazer pesquisa é quem tem dinheiro e tem recurso que registra no TRE e divulga. Se eu tivesse dinheiro pra fazer pesquisa já tinha feito e registrada, e todas rádios e blogs já tinha divulgado, só que não tenho dinheiro. Eu não posso deixar a administração para ir pra política, eu não tenho dinheiro eu tenho consciência que vou pedir o voto e tenho consciência pelo o que nosso grupo vem fazendo."

O senhor vai fazer porta porta na zona urbana com seus candidatos nesta eleição?

"Você tem uma idéia de uma campanha tão simples? Nem o material ficou pronto por falta de recursos, todos sabem que o (MDB) não dá recursos pra ninguém, o (Podemos) vai mandar uma ajudinha pelo o partido. Nem o material está pronto, pra você ver a dificuldade financeira que nós temos. Mas, nós temos uma coisa, temos voto e respeito ao povo de Jataúba. É um grupo pequeno, simples mais com muito respeito ao povo de Jataúba. Continuo dizendo, quem bota é o cidadão de Jataúba, se ele achar que a mudança é agora, ele vai mudar. Se achar que a continuidade é o certo, vai continuar. Convencer o povo mudar é muito difícil, a população tem a cabeça erguida e eu vou com ela, eu tenho muito respeito e esse respeito que tenho ao povo de Jataúba, ele vai dá uma grande surpresa." Finalizou o prefeito Antônio de Roque.

OPINIÃO

Sobre as eleições o prefeito Antônio de Roque foi cauteloso em suas palavras na entrevista. Porém nos bastidores da política, comentam-se que ele não irá se responsabilizar ou fazer uma carreata, como sempre fez em eleições passadas. Mesmo sem responder a pergunta, Antônio de Roque deverá não participar das visitas na zona urbana do porta a porta, com seus candidatos a prefeito e vice para não se expor. Sobre cautela, o povo quer saber mais sobre os kits de merenda. Nos bastidores tem novidades que serão esclarecidas a qualquer momento.


Blog do França / Edição de texto Diógenes Ramos

Nenhum comentário:

Postar um comentário