terça-feira, 24 de novembro de 2020

EM BREJO DA MADRE DE DEUS-PE, MINISTÉRIO PÚBLICO PEDE A CASSAÇÃO DO VEREADOR FLÁVIO DINIZ, POR COMPRA DE VOTOS, DOAÇÃO DE BRINDES E INAUGURAÇÃO DE OBRA PÚBLICA
O Ministério Público Eleitoral de Brejo da Madre de Deus, na pessoa do promotor Antônio Rolemberg, ingressou com uma Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), pedindo a cassação do registro do diploma do presidente da Câmara, Flávio da Silva Diniz, vereador reeleito no último dia 15 de novembro.

De acordo com a denúncia do MP, o presidente da câmara teria doado caixa d’água para uma eleitora na intenção de obter o seu voto, fato esse publicado no story da rede social da eleitora, com a nota fiscal da compra do referido objeto e ao lado um santinho do vereador com legenda: “ganhei hoje uma caixa de água do meu vereador Flávio Diniz”.
Ainda de acordo com a denúncia, o vereador Flávio Diniz durante toda a campanha eleitoral fez doações de brindes em realização de torneios, por meio de um cabo eleitoral, onde houve a entrega de uniformes e quantias em dinheiro, para os atletas, bem como para as torcidas.
Para o Ministério Público Eleitoral também não foi correto por parte do presidente da Câmara de Vereadores, ter marcado a data para a entrega do Título de Cidadão Brejense, durante o período de pandemia e em período de campanha eleitoral e ainda ter inaugurado a reforma do novo Prédio da Câmara Municipal, em 1º de outubro, onde o vereador apareceu com posição de destaque, e afirmou em seu discurso que “estava grato a Deus por ter o privilégio de entregar a nova sede do Poder Legislativo municipal”.
Além da cassação do registro do diploma do vereador Flávio Diniz, também o MP pede aplicação de multa que pode chegar a R$ 53.205,00 (cinquenta e três mil duzentos e cinco reais).


Do Estação Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário