segunda-feira, 5 de abril de 2021

Espetáculo da "Paixão de Cristo" será Patrimônio Imaterial Cultural do Brasil
O presidente da Fundação Joaquim Nabuco, Antônio Campos, protocolará na nesta segunda-feira (5), junto ao Iphan, pedido para que o Espetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém seja registrado como Patrimônio Imaterial Cultural do Brasil.

"Em conversa com Robinho Pacheco, nesta sexta-feira, desejei a ele, a seus familiares e aos que fazem a sociedade teatral votos de amizade. Informei que estou empenhando em contribuir para a manutenção do espetáculo", afirmou Antônio Campos.


Ja nesta sexta, o presidente da Fundaj buscou apoio do ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, que já estava vendo como apoiar, tendo colocado uma equipe técnica para estudar a melhor forma de apoiar o espetáculo. "Trata-se de um patrimônio do Brasil, tem que ser mantido ", reforça Campos.

Pelo segundo ao consecutivo o espetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, foi cancelado devido à pandemia. Realizado há 53 anos em Brejo da Madre de Deus, no Agreste de Pernambuco, o espetáculo emprega mais de 500 atores. Já atraiu mais de 4 milhões de expectadores, muitos deles turistas de outros estados e do exterior. É o maior teatro ao ar livre do Mundo.

Pelo segundo ao consecutivo o espetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, foi cancelado devido à pandemia. Realizado há 53 anos em Brejo da Madre de Deus, no Agreste de Pernambuco, o espetáculo emprega mais de 500 atores. Já atraiu mais de 4 milhões de expectadores, muitos deles turistas de outros estados e do exterior. É maior teatro ao ar livre de Mundo.


Blog Manhã Nordestina .

Nenhum comentário:

Postar um comentário